FANDOM


O Fim da Jornada é o nome de uma série de aventuras a serem conduzidas pelo grupo da Nave dos Fodão a partir do final de 2013. 

O set inicial da da campanha é a cidade estado de Campo Santo, que exerce dominio sobre um próspero vale que tem se mantido isolado do restante do mundo por quase cinco séculos. O Vale é governado pela dinastia Silver, apoiados pela nobreza feudal. 

O culto á Deméter é a religião dominante no Vale, uma vez que esta deusa não só é diretamente responsável por ter guiado o povo para estas terras abençoadas, mas também é a unica divindade a conceder poderes divinos a seus sacerdotes.

Campo Santo se mantém a salvo dos bárbaros que vagam alem de suas fronteiras apenas por conta da vigilância constante de suas legiões. Somente os mais capazes soldados são indicados para esta posição de honra, pois falhar não é uma opção quando se enfrenta os perigos terríveis que vagam além do Vale.


AcontecimentosEditar

Reunidos em uma força tarefa inquisitorial, os PCs iniciam a campanha caçando Scardini, um nobre revelado como lider de um culto proíbido. Meses de investigação culminam em uma caçada noturna pelas ruas de Campo Santo e com o cultista encurralado em um cilo subterrâneo. Após um dificil combate no qual Scardini se revelou um necromante, o nobre é finalmente morto pelos Inquisitores. 

Com o final da investigação é esperado agora que a Igreja dissolva o grupo e responda pelos danos causados por ele.


Criação de personagensEditar

Nesta primeira parte da aventura todos os personagens criados devem fazer parte do clero, não importando a qual classe ou raça pertençam. 

Para a criação de um background do personagem tenham os seguintes pontos em mente: 

- O PC é nativo de Campo Santo, assim como seus pais e os pais de seus pais. Os poucos imigrantes ou extrangeiros dentro do Vale vivem obrigatoriamente na região da fronteira e tem sérias restrições de mobilidade por seu território.

- Classes sociais - Isso representa mais do que conforto financeiro. O PC pode vir de uma origem nobre, burguesa, serviçal ou de algo que se assemelhe a escravidão. Isto tem efeito em como as pessoas olham para o personagem, e pode dar acesso a coisas diferentes durante o decorrer do jogo.

- Por que o PC entrou para a igreja? Ele sempre sentiu a vocação? Entrou por pressão dos pais? Por que o clero oferecia condições melhores de vida? E por que o personagem permaneceu na organização?

- Empregos dentro da igreja - Vocês atualmente atuam em uma força tarefa, mas estas são circunstâncias especiais. Todos tem funções que cumprem no dia a dia da organização. Quais são as de vocês?

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.