FANDOM


Fogodasbruxas small





Uma ancestral lâmina necromântica, a Fogo das Bruxas é o cerne de uma conspiração que já dura mais de uma década em Corvis.

História

Os relatos mais antigos encontrados sobre a Fogo das Bruxas datam do início da ocupação Orgoth, mais de mil anos atrás, e mesmo eles descreviam a lâmina como um item ancestral. Criada na aurora da civilização humana, eles diziam, pelo culto a um deus profano e há muito esquecido, a espada era o item mais poderoso daquela fé. Não apenas erguia e controlava os mortos, mas também aprionava as almas dos conjuradores mortos com ela.

Recentemente a lâmina havia sido localizada por Vans Oberen, líder da Inquisição do rei Leto. Vans conspirou para a execução de cinco poderosas bruxas de Corvis, e a sentença fora cumprida por ele mesmo, utilizando a espada, porem o choque da absorção de seus poderes o levaram a nocaute. Pego de surpresa pela situação, e assustado com a aura maligna e corrupta que emanava da espada, padre Dumas, que atuava como sacerdote presente na execução das bruxas, recolhe a lâmina e a esconde na tumba de Lexaria, líder delas e sua cunhada. O padre, temendo os poderes da bruxa, havia preparado um túmulo com diversos encantos de contenção do mal, ideais para lacrar também a espada. Lá ela permaneceu por mais de uma década, até que Alexia, filha de Lexaria, violou a tumba da mãe na Mais Longa das Noites e levou a espada para si.

Alexia pretendia ressucitar a mãe e suas companheiras utilizando as almas presas na Fogo das Bruxas, por meio de um aparato localizado em um templo de Cyris, nos arredores de Corvis, mas falhou na missão. Um grupo enviado pela igreja a alcançou, destruiu os corpos das bruxas, recuperou a espada e a derrubou para a morte.

Entretanto, quando a espada retona a Corvis seus detentores descobrem a cidade tomada pela Inquisição, liderada pelo próprio Oberen, que procura desesperadamente a Lâmina. Mais tarde ela foi utilizada por uma Alexia semi regenerada para erguer a Legião das Almas Perdias, uma companhia mercenária abençoada por Morrow e enterrada nas montanhas.

Poderes

Pelo que foi observado pelos atuais detentores da espada, que ainda não puderam realizar de fato uma perícia completa na lâmina, seus poderes incluem, mas não se restringem, à: - Transformar os mortos nos arredorem em mortos vivos. Fatores como alcance do efeito e tempo de morte do alvo parecem ser variantes. - Recusar portadores de tendência boa, causando efeitos que vão de fraquesa e mal estar á estado de coma profundo. - Aprimoramento das habilidades marciais e arcanas de portadores de tendência maligna. - Absorver e anular os poderes das classes clérigos, magos, feiticeiros,bardo, druida e invocadores em geral. - Absorver os poderes de conjuradores arcanos mortos pela lâmina, que podem ser transferidos ao portador mediante algum tipo de ritual ainda desconhecido.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.